Atividade de Janeiro 2014

 

Apesar da chuva que a espaços deu ar da sua graça e do Oca que resolvia indagar sobre os presentes a tarde correu muito bem.
 
Deambulámos sobre dois juníperos que o Correia trouxe e que já começam a mostrar sinais de que o bonsai há alguns anos que por ali anda e com resultados interessantes.
 
A Sónia trouxe uma Macieira que foi mais leve para casa mas  mais bonita.
 
O Francisco trouxe um medronheiro mas não se cortou o suficiente para que possa ganhar força e resistência para futuras intervenções.
 
O Galileu apresentou uma prunus e uma oliveira para que se debatesse a possibilidade duma estar presente em futuros eventos e outra ser reestilizada.
 
Eu apresentei um Pinus Silvestre que trouxe de Madrid há pouco tempo. Acabou por ser podado  e aramado para vir a ser um ligeiro moyogi.
 
De Madrid veio também o prato forte, um colossal juníperos que necessitou da ajuda de todos para se limpar a madeira morta, identificar veios vivos que tiveram que ser separados da madeira morta. De seguida foram aplicados arames de cobre longitudinalmente. Cobriu-se essa parte com ráfia e fita elástica, cujo nome técnico não me recordo. aramou-se essa pernada e dobrou-se com o propósito de trazer a massa verde para junto da zona central do conjunto.
 
Agora fica a aguardar recuperação e se o pós operatório correr bem lá mas para  frente reestilizare-se-á a copa com vista a fazer um "boneco" bonito.
 
Na presença de alguns, pois houve colegas que tiveram que se ausentar mais cedo, o que obrigou os outros a um esforço redobrado tivemos que deglutir alheiras, bolo de requeijão com laranja, esses crocantes e outras iguarias do género.
 
Tudo regado com o excelente julepo , pronto uma infusão de camomila e laranja para acalmar.
 
Recordamos que a próxima atividade, excecionalmente será dias 15 de Fevereiro, um SABADO nas instalações da Luso-bonsai, sob o lema Transplante.